segunda-feira, 29 de abril de 2013

Eduardo Campos e Aécio Neves estariam costurando acordo para eventual 2º turno

Um eventual acordo do PSDB e o PSB vem sendo costurado pelos dois eventuais candidatos ao Palácio do Planalto e já tem sua
Um eventual acordo do PSDB e o PSB vem sendo costurado pelos dois eventuais candidatos ao Palácio do Planalto e já tem sua "moeda de troca": o fim da reeleição. 

Os tucanos e os socialistas sempre tiveram uma “boa relação” e não escondem esta parceria de ninguém. Agora, esta relação pode ficar mais estreita num eventual segundo turno das eleições presidenciais de 2014. Um eventual acordo do PSDB e o PSB vem sendo costurado pelos dois eventuais candidatos ao Palácio do Planalto e já tem sua “moeda de troca”.  Trata-se do fim da reeleição, uma ideia levantada pelo senador Aécio Neves (PSDB). O político mineiro propôs a medida, somada à mudança dos mandatos presidenciais de quatro para cinco anos.
O governador Eduardo Campos (PSB) concordou com a proposta do senador publicamente. Mas alguns analistas acreditam que, por trás do apoio à proposta, há um grande acordo sendo costurado. Segundo a coluna Painel da Folha de S. Paulo, publicada nesta segunda-feira (29), caso um dos dois se torne presidente em 2014, apoiará o outro em 2019. Assim, com esse compromisso, um garantiria o apoio do outro no segundo turno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário