terça-feira, 15 de abril de 2014

Vereadores da oposição responde à acusações em Saloá-PE

 Caros amigos e amigas, em resposta à matéria divulgada em vários blogs, intitulada “Descaso da oposição adia votação das contas de Gilvan e Zé do Leite em Saloá”, gostaríamos de fazer algumas considerações, citando nosso direito de resposta.

         Em primeiro lugar, esclarecemos que a oposição serve única e exclusivamente ao povo de Saloá, aos interesses do povo de Saloá e que nós não fazemos nem precisamos fazer média com gestor ou ex-gestor, e o que precisamos falar, falamos na cara mesmo, nossas defesas na casa são de maneira claras e abertas, não precisamos esconder nada de ninguém nem da população.

         Em relação aos fatos citados na matéria, gostaríamos de dizer e informar a toda população de Saloá, do agreste e de Pernambuco, que os vereadores de Saloá, estavam sendo pressionados a votarem negativamente as contas do(s) ex-gestor(es), do nosso município, que desde a última sexta (11), o resultado da primeira votação na câmara não agradou à algumas pessoas que detém o poder.

         Sem acusar ninguém, mais com todas as certezas que temos, vários vereadores da situação foram coagidos nesta segunda (14), a votaram contra na(s) prestações de contas dos ex-gestores. Teve vereador que foi pressionado, ameaçado a votar contra, ameaças de tirar pessoas suas empregadas no governo caso votassem favoráveis na(s) contas. Pressionadas ao ponto de terem parentes seus despedidos nesta segunda (14).

         Uma questão muito nos causa estranheza, atualmente, dos nove vereadores eleitos, apenas dois figuram na oposição e se mantém até hoje, restando ao gestor municipal “teoricamente” sete vereadores, número esse suficiente para dar “Quórum” na sessão e votarem as prestações de contas, sem precisarem da oposição, no entanto apenas três vereadores estavam presentes. Então vem a pergunta. Cadê os vereadores da tão chamada e difundida base do governo? Porque os mesmos não foram? O que aconteceu para que os próprios vereadores da base não estivessem na sessão? Será que a base realmente quer aprovar as contas de algum ex-gestor?

         Prontamente nós lhes respondemos caros leitores e eleitores. OS VEREADORES DE SALOÁ ESTAVAM SENDO PRESSIONADOS, NÃO ESTAVAM A VONTADE COM A SITUAÇÃO, E NÃO PODERIAM OPINAR COM PROPRIEDADE E ISENÇÃO NA REFERIDA SESSÃO, TEVE VEREADOR DA BASE DO GOVERNO QUE FOI OFENDIDO NO MEIO DA RUA PELOS PRÓPRIOS PARTIDÁRIOS.

         Então, caros amigos, cada um faça seu próprio juízo de valor e tire suas próprias conclusões, e quando for marcada nova reunião, que os agentes deixem os vereadores decidirem o que é melhor para Saloá e não fiquem ameaçando os vereadores da “base” a votarem na medida do cabresto, pois os tempos de coronelismo que insistem a dominar Saloá, passe de uma vez por todas e saibam que a ditadura militar já acabou.

         Para finalizarmos, atentamos para a intenção do título da matéria. DESCASO DA OPOSIÇÃO ADIA VOTAÇÃO DAS CONTAS DE GILVAN E ZÉ DO LEITE. Todos sabem que a oposição de Saloà é formada por apenas dois vereadores Vilma da Prata e Wellington Freitas, no entanto faltaram seis vereadores. Está claramente exposta a foto nos blogs dos três vereadores que compareceram à sessão. Por que o descaso foi da oposição se a base tem teoricamente sete vereadores?

Atenciosamente


Wellington Freitas e Vilma da Prata, vereadores de Saloá.

Matéria do blog do vereador wellington freitas

Mais empregos e qualificação profissional unem Armando monteiro e Força Sindical

O pré-candidato ao Governo de Pernambuco, o senador Armando Monteiro (PTB), e o pré-candidato ao Senado, deputado federal João Paulo (PT), foram recebidos na manhã desta segunda-feira (14), por representantes de 130 sindicatos que reúnem cerca de 1 milhão de trabalhadores associados à Força Sindical em Pernambuco. O evento aconteceu em um hotel no Recife e foi organizado pelo presidente da entidade no Estado, Aldo Amaral, pré-candidato a deputado federal pelo PRB, partido que na ultima semana também declarou apoio a Armando e João Paulo. Participaram do ato mais de 500 pessoas.

Em seus discursos, Armando, João Paulo e Aldo ressaltaram que a aliança foi firmada em torno, principalmente, de temas como a geração de empregos de qualidade no Estado e a ampliação dos programas de qualificação profissional, como o Pronatec.

“Se há uma bandeira que nós reúne, que faz com que possamos hoje celebrar esta convergência e esta parceria, é uma aliança pró-emprego. Nós queremos gerar empregos para os pernambucanos. Porque infelizmente ainda assistimos a um processo em que muitos empregos estão sendo gerados para pessoas de fora de Pernambuco. Os incentivos fiscais devem estar sempre associados a um compromisso de geração de emprego em Pernambuco. Quem quiser ter incentivo, precisa ter um compromisso com o emprego dos pernambucanos, porque esta é a forma de garantir com que este desenvolvimento se faça de forma integrada, oferecendo oportunidades a todos", discursou Armando.

Enfatizando que a Força Sindical tem entre suas bandeiras o desenvolvimento econômico, o emprego e a qualificação profissional, Aldo Amaral disse que, após um amplo processo de consultas e debates, a entidade optou pelo apoio aos projetos de Armando e João Paulo e, no plano nacional, caminhar com a candidatura à reeleição da presidente Dilma.

"A Força Sindical de Pernambuco optou por continuar no lado das suas bandeiras. Se temos a oportunidade de reelegermos a presidente Dilma, por que não lutarmos por este objetivo? Se em Pernambuco um ciclo político finda, por que vamos interromper a continuidade do desenvolvimento? Então, confio que Dilma e Armando continuarão a contribuir para o desenvolvimento de Pernambuco", afirmou Aldo, lembrando ainda das contribuições dos governos do ex-presidente Lula e da presidente Dilma ao Estado.
 
PDT com Armando - Presente ao encontro, o deputado federal Paulo Rubem voltou a reforçar que o PDT vai caminhar com Armando e João Paulo em Pernambuco e com a reeleição da presidente Dilma no plano nacional. Rubem falou sobre a última reunião do partido, realizada em Brasília, onde os apoios foram debatidos.

"Na última quarta-feira o PDT se reuniu em Brasília e, durante mais de seis horas, fizemos um profundo debate sobre nossa participação nesta eleição. A partir daí tiramos a decisão de apoiar a reeleição de Dilma. Quanto a Pernambuco, discutimos a importância de termos uma aliança única que possa, em Pernambuco, assim como nós demais estados, onde o PDT não terá candidato próprio a governador, usar de uma única expressão da matemática, que é a soma. Nós entendemos que a campanha nacional deve ser acompanhada pelos palanques estaduais", recordou.

Preço do ovo de Páscoa supera inflação dos últimos 12 meses


O aumento dos preços dos insumos básicos cacau (que subiu mais de 50%), leite (16%) e açúcar (10%), contribuiu para elevar os preços dos ovos de Páscoa, disse hoje (15) à Agência Brasil o economista André Braz, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV).

Os ovos  ficaram 6,78% mais caros, em média, em comparação com o mesmo período do ano passado, superando a inflação acumulada entre abril de 2013 e março deste ano, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da FGV, que alcançou 6,09%.

“Com os insumos básicos mais caros, esses produtos vão atrás”, disse André Braz. Segundo ele, o apelo emocional também contribui para a elevação dos preços, uma vez que se trata de um produto diferenciado que muitas famílias gostam de utilizar na confraternização da Páscoa.

“De fato, ele [o ovo de Páscoa] registra, anualmente, uma alta próxima  da inflação dos últimos 12 meses. E 2014 não está sendo diferente. A variação acumulada pelo produto encosta na inflação, em termos médios e, em algumas cidades, essa alta é até superior”, comentou o economista.

A  pesquisa do Ibre, divulgada hoje, no Rio de Janeiro,  mostra que, das sete capitais pesquisadas,  o preço do ovo de Páscoa subiu mais em Porto Alegre (7,70%), seguida de Belo Horizonte (7,57%). No sentido inverso, as cidades que apresentaram menor crescimento de preço  no produto foram  Salvador (6,25%) e Brasília (6,31%). Nas demais capitais, o incremento alcançou 6,99% (Recife);  6,51% (São Paulo);  e 6,35% (Rio de Janeiro).

André Braz destacou que à medida em que o feriado da  Semana Santa se aproxima, o preço dos ovos pode subir um pouco mais. “Esses preços flutuam um pouco, até para baixo, em função da própria demanda. Se a resposta do consumidor aos preços colocados for boa,  isso  diminui a ocorrência de promoções e pode, até, encarecer o produto”.

Na média nacional, o produto que registrou a maior alta em comparação à Páscoa de 2013 foi o ovo de 50 gramas (7,76%).

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Acidente na BR-423 em Lajedo

Um homem morreu em um acidente no quilômetro 61 da BR-423, próximo à casa onde morava, em Lajedo, no Agreste pernambuco. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ele dirigia um carro e entrou na mão contrária, batendo de frente a um caminhão.
O caso aconteceu na noite deste sábado (12) e o condutor deste veículo não teve ferimentos. Ainda segundo a PRF, há informações de que o motorista do carro teria ingerido bebida alcoólica. O corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) em Caruaru, também no Agreste. De acordo com a Polícia Militar, ele era mecânico e tinha 21 anos.
A PRF passou o registro para a Delegacia de Polícia Civil.

domingo, 13 de abril de 2014

O Náutico é o primeiro finalista do Pernambucano


O Náutico é o primeiro finalista do Pernambucano. Em novo jogo marcado pela angústia da torcida alvirrubra, o Timbu conseguiu reverter a vantagem do Salgueiro, levando a decisão da vaga para a disputa de pênaltis. E como havia feito no confronto com o Sergipe, o goleiro Alessandro voltou a ser o heroi da torcida alvirrubra, ao defender o pênalti de Valdeir e classificar o time à final.

Mesmo jogando com a vantagem do empate, o Salgueiro tentou surpreender o Náutico no início do confronto, adiantando sua primeira linha de marcadores e pressionando a saída de bola alvirrubra. A estratégia esteve bem perto de funcionar. Aos cinco minutos, o Carcará chegou a balançar a rede adversária em jogada de bola aérea, mas a arbitragem acusou o impedimento. O lance finalmente fez o Timbu acordar.


Alessandro foi novamente heroi timbu

Mais atento e valorizando a posse de bola em detrimento dos passes em profundidade, o Náutico acabou encurralando o adversário em seu campo de defesa, explorando principalmente as jogadas pelas laterais. Diante da facilidade em chegar na área do Carcará, ficava a impressão de que a abertura do placar era uma questão de tempo. Entretanto, os alvirrubros desperdiçavam suas chances seguidamente, aumentando a ansiedade da torcida com o avançar dos minutos.

Como era de se esperar, o jogo ficou mais nervoso no segundo tempo. Apesar do começo promissor, com Leonardo obrigando Luciano a praticar uma linda defesa depois de cabeçada fulminante, os alvirrubros diminuíram drasticamente a intensidade do futebol apresentado. Cenário que só mudou com as primeiras mudanças promovidas por Lisca. Lesionado, Elicarlos deixou o campo aos 13 minutos, sendo substituído por Vinícius. Apesar dos apupos da torcida com a saída de Eli, a entrada de Vinícius mudaria a cara da partida.

Como Elicarlos estava atuando numa faixa mais adiantada do gramado, a troca por Vinícius deu mais movimentação ao setor. Com uma postura mais agressiva, o Timbu finalmente voltou a levar perigo à meta de Luciano. E aos 23, veio a recompensa. Depois de dominar a bola dentro da área com a perna direita, Vinícius teve tranquilidade para puxar para a esquerda e soltar a bomba, vencendo Luciano.

sábado, 12 de abril de 2014

Armando cresce 50% e lidera disputa ao governo de Pernambuco


No Recife, percentual de intenção de voto mais do que duplicou, passando de 17% para 38%
 
Apresentando a menor taxa de rejeição entre os pré-candidatos ao governo de Pernambuco, o senador Armando Monteiro cresceu 50% e lidera com ampla margem a disputa, conforme pesquisa realizada pelo Instituto Maurício de Nassau em parceria com o Jornal do Commercio. Armando tem 39% das intenções de voto, contra apenas 12% do pré-candidato do PSB.
 
Em relação à pesquisa anterior, publicada em outubro do ano passado, Armando subiu 13 pontos percentuais. O candidato do PSB apresenta hoje índice igual ao do nome socialista cogitado à época, que era o de Fernando Bezerra Coelho. Naquele momento, a Maurício de Nassau/JC apontava Armando com 26%. Fernando tinha 12%. E o nome do PSB agora está no mesmo patamar, apesar da forte exposição de seu nome nos últimos dois meses, por meio de ações governamentais e em viagens ao lado do padrinho de sua candidatura.
 
A pesquisa mostra indicadores consistentes da evolução de Armando e do grande potencial de crescimento que sua pré-candidatura apresenta. O senador é o que tem menor taxa de rejeição. No levantamento espontâneo, quando os nomes dos candidatos não são apresentados aos entrevistados, Armando sobe de 6%, em outubro de 2013, para 21% agora. Ou seja, mais do que triplicou seu percentual.
 
A força do nome de Armando é registrada em todas as regiões de Pernambuco. No Recife, no levantamento anterior, o senador tinha 17%. Agora, está com 38%. Veja o quadro com os percentuais nas demais regiões de Pernambuco:
 
RMR (sem Recife)

Armando Monteiro      35%
Candidato do PSB       8%

AGRESTE

Armando Monteiro      44% 
Candidato do PSB       10%

ZONA DA MATA

Armando Monteiro      35%
Candidato do PSB       13%

SERTÃO

Armando Monteiro      51%
Candidato do PSB       5%

SERTÃO DO SÃO FRANCISCO

Armando Monteiro      32%
Candidato do PSB       10%
 
NO SENADO - Na corrida ao Senado, o ex-prefeito do Recife e deputado federal João Paulo, que é parceiro de Armando, já aparece com uma vantagem de 12 pontos percentuais sobre Fernando Bezerra. João Paulo tem 29% e Fernando 17%.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Uns alegres outros tristes na votação da câmara de vereadores de Saloá

Acabou de acontecer à votação da câmara de vereadores de Saloá, das gestões dos Ex. Prefeito Gilvan Pereira e Zé do Leite.

A votação de paz e amor ocorreu tudo nos conformes, os vereadores aprovaram as contas de Gilvan Pereira e reprovaram as de Zé do Leite.   A população não esperava que vereadores do grupo Café com Leite votasse contra as contas de   Zé do Leite.

 Segundo informações, na votação desta sexta-feira o vereador Van do Cuema não compareceu por motivo de doença, e na hora da votação o vereador Fererinha não votou, deixando todos surpresos em sua decisão.

OBS. A pergunta que ninguém quer responder é:  O grupo Café com Leite rachou?

FONTE  Elmes do blog agrestemix