quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Veja como votou cada senador no caso Aécio Neves

Votaram para devolver o mandato a Aécio Neves:

Airton Sandoval (PMDB-SP)
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
Benedito de Lira (PP-AL)
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Cidinho Santos (PR-MT)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Dalirio Beber (PSDB-SC)
Dário Berger (PMDB-SC)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Edison Lobão (PMDB-MA)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Eduardo Braga (PMDB-AM)
Eduardo Lopes (PRB-RJ)
Elmano Férrer (PMDB-PI)
Fernando Coelho (PMDB-PE)
Fernando Collor (PTC-AL)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Garibaldi Alves (PMDB-RN)
Hélio José (PROS-DF)
Ivo Cassol (PP-RO)
Jader Barbalho (PMDB-PA)
João Alberto Souza (PMDB-MA)
José Agripino (DEM-RN)
José Maranhão (PMDB-PB)
José Serra (PSDB-SP)
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
Marta Suplicy (PMDB-SP)
Omaz Aziz (PSD-AM)
Paulo Bauer (PSDB-SC)
Pedro Chaves (PSC-MS)
Raimundo Lira (PMDB-PB)
Renan Calheiros (PMDB-AL)
Roberto Rocha (PSDB-MA)
Romero Jucá (PMDB-RR)
Simone Tebet (PMDB-MS)
Tasso Jereissatti (PSDB-CE)
Telmário Mota (PTB-RR)
Valdir Raupp (PMDB-RO)
Vicentinho Alves (PR-TO)
Waldemir Moka (PMDB-MS)
Wellington Fagundes (PR-MT)
Wilder Morais (PP-GO)
Zezé Perrella (PMDB-MG)

Votaram para manter Aécio Neves afastado do mandato:

Acir Gurgacz (PDT-RO)
Alvaro Dias (PODE-PR)
Ana Amélia (PP-RS)
Ângela Portela (PDT-RR)
Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)
Fátima Bezerra (PT-RN)
Humberto Costa (PT-PE)
João Capiberibe (PSB-AP)
José Medeiros (PODE-MT)
José Pimentel (PT-CE)
Kátia Abreu (PMDB-TO)
Lasier Martins (PSD-RS)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Lúcia Vânia (PSB-GO)
Magno Malta (PR-ES)
Otto Alencar (PSD-BA)
Paulo Paim (PT-RS)
Paulo Rocha (PT-PA)
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Regina Souza (PT-PI)
Reguffe (sem partido-DF)
Roberto Requião (PMDB-PR)
Romário (PODE-RJ)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Walter Pinheiro (sem partido-BA)

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Tadeu Alencar fecha os olhos para a realidade

Emissário do governo Paulo Câmara, o deputado Tadeu Alencar tem a impossível tarefa de negar o que os pernambucanos sentem na pele: nosso estado está parado e, muitas vezes, andando para trás. Esse não é um debate estrito sobre a piora dos indicadores econômicos ou sociais, embora eles também sejam constatados na pesquisa do Centro de Liderança Política, em parceria com a consultoria Tendências e a revista The Economist. Citado pelo senador Armando Monteiro, o levantamento ratifica o sentimento da maioria da população.
 
O que Eduardo Campos começou, Paulo Câmara parou. Só não vê quem não quer. Vejam o exemplo do Pacto pela Vida. Pernambuco tirou zero na segurança pública. E segundo o referido estudo, caímos cinco posições no ranking de competitividade e condições de vida dos estados. Resultado pior só o do Amapá.
 
Atacar o senador Armando Monteiro é inútil. Ele é um homem público respeitado em todo o Brasil. Por onde passou, produziu bons resultados. O trabalho no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) é reconhecido por autoridades de várias matizes, e continua gerando bons frutos nas exportações do país. Em Pernambuco, o polo automotivo de Goiana é exemplo de setor beneficiado pela visão ampla e o espírito público de Armando. 
 
Já Paulo Câmara nunca fez direito o seu papel de articulação política em favor de Pernambuco. A bem da verdade, enquanto o senador se colocava à disposição dos interesses do estado, ninguém soube do governador tentando destravar qualquer bloqueio político, aqui ou em Brasília. Aliás, a falta de liderança e articulação é a única marca desse governo.
 
Tadeu fecha os olhos para a dura realidade de Pernambuco. E imagina um estado de fantasia, como vemos na propaganda milionária do governo. O pior cego é o que não quer ver.

José Humberto Cavalcanti
Presidente estadual do PTB e deputado estadual

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Dia de Nossa Senhora Aparecida

Dia de Nossa Senhora Aparecida é comemorado em 12 de outubro e é considerado feriado nacional no Brasil.
Esta é a data que homenageia a padroeira do Brasil. O Dia de Nossa Senhora Aparecida foi oficialmente instituído a partir do decreto de lei nº 6.802, de 30 de junho de 1980.
Devido à importância que esta santa possui no país, foi construído um santuário dedicado a ela no estado de São Paulo. O Papa João Paulo II, em visita ao Brasil, consagrou a basílica brasileira como o maior santuário dedicado à Virgem Maria em todo o mundo.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Bandidos explodem caixa eletrônico em Saloá-PE

Cerca de 12 homens fortemente armados explodiram na madrugada desta quarta-feira (11) um caixa eletrônico de um posto de atendimento bancário de Saloá, no Agreste de Pernambuco.
Moradores informaram à Polícia Militar que os criminosos fizeram algumas pessoas reféns. De acordo com a PM, o grupo utilizou dinamites para explodir o caixa.
Segundo a polícia, os homens ainda foram até outra agência bancária do município, quebraram a porta de vidro do estabelecimento e danificaram um dos caixas. Os criminosos fugiram e, até a publicação desta matéria, ninguém foi preso.
O caso será investigado pela Delegacia de Polícia Civil local. O Instituto de Criminalística (IC) irá fazer uma perícia dos estabelecimentos.
Do G1 Caruaru e Região

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Armando acusa ministro da Saúde de sabotar o próprio governo

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) acusou, nesta segunda-feira (9), o ministro da Saúde, Ricardo Barros, no plenário, de desafiar as decisões jurídicas favoráveis à Hemobrás e de “estar solapando o posicionamento do próprio governo” a quem serve. O petebista protestou contra as tentativas do ministro, “recorrentes”, segundo ele, de inviabilizar o projeto da estatal em Pernambuco, ao insistir em retirar dela a fabricação do fator recombinante, medicamento de alta densidade tecnológica e elevado valor agregado essencial no tratamento da hemofilia.
 
Armando referiu-se a recente audiência do presidente Michel Temer à bancada federal de Pernambuco em que ficou decidido que a fabricação do fator recombinante, que o ministro quer transferir para o Paraná, permanecerá na Hemobrás. O senador pernambucano lembrou que, em meados de agosto, por determinação do presidente da República, Barros manteve reunião com os ministros pernambucanos Fernando Filho (Minas e Energia), Bruno Araújo (Cidades) e Mendonça Filho (Educação), da qual foi o único parlamentar a participar, em que a decisão foi anunciada por nota oficial do Ministério.
 
De acordo com Armando, a audiência pública, realizada em 25 de setembro, na qual o Ministério da Saúde anuncia a licitação para a importação de 300 milhões de unidades do fator recombinante fora da parceria da Hemobrás com o laboratório Shire desrespeita medida liminar da Justiça Federal de Brasília. A decisão judicial rejeitou pedido do Ministério para suspender a liminar em que foi mantida a parceria da Hemobrás com o Shire na produção do fator recombinante, que havia sido revogada por portaria de Barros.
 
Apoiado por apartes dos senadores Cristovam Buarque (PPS-DF) e Jorge Viana (PT-AC), Armando Monteiro lembrou também, além da decisão da Justiça de Brasília, que o TCU (Tribunal de Contas da União) determinou a manutenção da parceria com o Shire e que o ministério Público Federal de Pernambuco está ingressando com ação civil pública para impedir a licitação da importação do fator recombinante fora da parceria.

“Na avaliação do Ministério Público, o Ministério da Saúde estaria criando uma situação de emergência de forma artificial para evitar a compra por meio da Hemobrás, que utilizaria seu parceiro internacional”, declarou Armando. Para o senador petebista, tal medida, se confirmada, atenta contra a própria sobrevivência da Hemobrás, porque o fornecimento do fator recombinante adquirido do Shire até a estatal iniciar a produção em Goiana é sua única fonte de geração de receita.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Desde janeiro até o dia 9 de outubro, 54 pessoas foram assassinadas em Garanhuns

Do G1     Ainda falta mais de dois meses para acabar o ano de 2017, mas o número de homicídios em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, já ultrapassou o total registrado em 2016. Até o dia 9 deste mês, de acordo com levantamento feito pelo G1, Foram 54 crimes contra a vida. Em 2016, 51 pessoas foram vítimas em Garanhuns.
Durante o ano passado inteiro, foram contabilizados 53 homicídios. A marca foi ultrapassada após um segurança de 29 anos ser morto a tiros no domingo (8) após sair de um jogo de futebol. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi abordada por criminosos, que estavam em um carro.
Os meses de março e julho, por exemplo, foram os mais violentos do ano, com o registro de 9 pessoas assassinadas em cada mês. No mês de janeiro foram assassinadas 6 pessoas e outras 6 em fevereiro.
Em abril, o número foi de 8, seguido de 2 em maio, e 3 em junho. No mês de agosto, 2 homicídios foram registrados. Oito crimes do tipo aconteceram em setembro e 2 em outubro.
O que diz a SDS? 
Por meio de nota, a Secretaria de Defesa Social (SDS) esclareceu que não tem medido esforços no sentido de reduzir os números de homicídios em todo o Estado. "Por meio de ações conjuntas das polícias Civil e Militar, tem fortalecido o trabalho de repressão qualificada aos grupos de extermínio e homicidas. Também tem reforçado o policiamento ostensivo em áreas e horários considerados vulneráveis", diz o texto.
Ainda de acordo com a SDS, operações como Força no Foco e as Rondas Ostensivas de Natureza Extraordinária (Rone) têm sido intensificadas, resultando na prisão de mais de 2 mil homicidas presos até o mês de setembro. "O município de Garanhuns, que está ganhando o reforço de novos policiais militares, através do Batalhão Integrado Especializado (BIESP), já tem registrado, nos últimos meses, queda no número de homicídios. O mês de agosto registrou dois casos de Crimes Violentos Letais Intencionais, sete a menos que o mês de julho, quando foram registrados nove homicídios na cidade", diz a nota.

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Prorrogadas as inscrições para Processo Seletivo da Escola de Aplicação da Universidade de Pernambuco em Garanhuns

A Escola de Aplicação Ivonita Alves Guerra, do campus da Universidade de Pernambuco (UPE), em Garanhuns, prorrogou as inscrições para o Processo Seletivo 2018, para novos alunos do 6º ano (antiga 5ª série), e vagas complementares nas demais turmas da escola. Agora os interessados têm até o dia 16 de outubro para realizar a inscrição, para concorrer às vagas relacionadas abaixo:

6º Ano= 70 vagas
7º Ano= 4 vagas
8º Ano= 1 vaga
9º Ano= 2 Vagas
1º Ano= 6 Vagas
2º Ano= 8 vagas

As inscriçõe estão sendo feitas na secretaria da escola, no campus da UPE em Garanhuns, de segunda a sexta-feira, no turno da manhã (08:00h às 12:00h), mediante a apresentação dos documentos necessários e do pagamento da taxa no valor de R$ 80,00.

A Escola de Aplicação Ivonita Alves Guerra está entre as 5 melhores do país e é atualmente a escola da região com as melhores notas e taxas de aprovação em diversas avaliações como IDEB, SAEB,ENEM. Portanto, o Processo Seletivo é uma oportunidade imperdível para os jovens estudantes.

Documentos necessários para inscrição:
* duas fotos 3x4;
* xerox de certidão de nascimento ou RG do estudante;
* xerox do comprovante de residência;
* declaração da escola atual;
* pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 80,00.

Outras informações pelo telefone: Telefone: (87) 3761 - 8243 / 8465 / 8466.