quarta-feira, 15 de março de 2017

Apae precisa de apoio para não deixar de atender crianças

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, está passando por problemas financeiros. O local atende 183 crianças com serviço multidisciplinar, além de contar com uma lista de espera.
Segundo Graça Mendes, presidente da Apae, apesar de vários voluntários ajudarem, a associação também conta com os serviços de técnicos na área de saúde. "Os profissionais dispõem de qualificação e precisam ser remunerados. As doações que recebemos por meio da conta de energia não estão sendo suficientes", disse.
Ainda de acordo com Graça, o custo médio mensal com profissionais na Apae Caruaru é de R$ 17 mil e o valor que entra com doações não paga a conta na maioria dos meses. Os sócios podem realizar doações através da conta de energia em diversos valores. As empresas também podem ajudar, destinando 3% do Imposto de Renda para a associação.
Os interessados podem ser associar através do call center pelo número: 0800-722-2723. A Apae é localizada na Rua Alzira Vidal de Oliveira, 448, bairro Petrópolis. A associação oferece serviços em fonoaudiologia, terapia ocupacional, pscopedagogia e fisioterapia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário