terça-feira, 29 de novembro de 2016

Avião que transportava Chapecoense cai na Colômbia

O avião que transportava o elenco da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, contra o Atlético Nacional-COL, foi obrigado a fazer um pouso de emergência na madrugada desta terça-feira, após ter uma pane elétrica. 
"O Comitê de Operações de Emergência e a gerência do Aeroporto José Maria Córdova informa que às 22h uma aeronave [...] se declarou em estado de emergência, entre os municípios de La Ceija e La Unión. A aeronave reportou pane elétrica, segundo informado à torre de controle de Aeronáutica Civil", reportou o aerporto José Maria Córdova, em comunicado oficial.
O aeroporto também informou que, de acordo com as autoridades, seis sobreviventes foram resgatados até agora e levados para hospitais da região. O primeiro jogador a ser levado a um hospital foi o lateral Alan Ruschel; os goleiros Danilo e Jackson Follmann também foram resgatados, em centros médicos distintos, além de uma comissária de voo.
Além disso, o corpo de bombeiros informou que "graças a Deus há muitos sobreviventes". A Conmebol anunciou a suspensão de todas as suas atividades, como a realização do primeiro jogo da decisão do torneio sul-americano.
Em sua conta no Facebook, a Chapecoense explica: "Em função do desencontro das notícias que chegam das mais diversas fontes jornalisticas, dando conta de um acidente com a aeronave que transportava a delegação da Chapecoense, a Associação Chapecoense de Futebol, através de seu vice-presidente Ivan Tozzo, reserva-se o direito de aguardar o pronunciamento oficial da autoridade aérea colombiana, a fim de emitir qualquer nota oficial sobre o acidente. Que Deus esteja com nossos atletas, dirigentes, jornalistas e demais convidados que estão junto com a delegação".

Nenhum comentário:

Postar um comentário