quinta-feira, 12 de maio de 2016

Prazo para novo governo dar certo é curto !


O vice-presidente Michel Temer já confidenciou aos aliados mais próximos que terá um curto intervalo de tempo para fazer o governo dar certo.

Ele sabe que a lua-de-mel com a sociedade será breve e que, em pouquíssimos meses, terá de mostrar resultados concretos, principalmente na área econômica.

Foi com base nessa avaliação que buscou uma solução intermediária para compor seu ministério. Reduziu o número de pastas, mas, para ter uma base congressual forte, desistiu de fazer uma equipe de notáveis.

Por pragmatismo, colocou indicados pelas principais bancadas do Congresso no primeiro escalão do governo.

Para conter um desgaste inicial, Temer vai verbalizar de forma clara, logo nos primeiros momentos do governo, a "herança maldita" – conforme definiu um auxiliar muito próximo – herdada da presidente Dilma Rousseff.

A estratégia de dar divulgação ampla à situação real da economia é considerada fundamental para, em um primeiro momento, Temer não ser cobrado pela eventual demora na produção de resultados.

Segundo interlocutores, a intenção é já conseguir aprovar no Congresso medidas sugeridas pelo futuro ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a fim de sinalizar uma correção de rumo, em médio prazo, dos indicadores econômicos.

 "Temer sabe que não há uma fórmula mágica e que a situação política e econômica do país é extremamente grave", afirmou um dos principais auxiliares do futuro presidente.


POr Gerson Camarotti da globo News

Nenhum comentário:

Postar um comentário