quarta-feira, 4 de março de 2015

HOSPITAL REGIONAL DOM MOURA: Pacientes aprovam novo atendimento na Emergência Adultos‏‎‏

Há um mês o Hospital Regional Dom Moura implantou uma nova rotina de
acolhimento de pacientes na Emergência Adultos, e o resultado tem sido
satisfatório, com o tempo de atendimento e espera dentro do
referenciado pelo Ministério da Saúde. O novo sistema, já utilizado
nas emergências dos grandes hospitais pelo país, faz uma classificação
do paciente de acordo com a gravidade da enfermidade e a urgência do
atendimento, recebendo uma cor que pode ser vermelha, amarela, verde
ou azul. Os classificados como vermelho terão prioridade sobre o
amarelo e assim por diante. A pulseira azul identifica um paciente que
na maioria das vezes nem precisaria passar por uma emergência de
hospital, podendo ser encaminhado ao ambulatório e à assistência
social, mas todos são atendidos.
"Algumas pessoas reclamam quando veem outros pacientes passarem na
frente, e mesmo diante das explicações de técnicos e enfermeiros, não
entendem a nova classificação. Mas diante do número de atendimentos,
chegando a mais de 240 em média por dia, alguns poucos casos já eram
esperados" - afirma a Coordenadora de Enfermagem, Lara Wanessa.
O paciente ao chegar na Emergência Adultos tem sua ficha preenchida na
recepção, depois passa pelo Técnico e a Enfermeira, que fazem um
pré-atendimento com primeiros cuidados, aferindo pressão e coletando
informações sobre medicamentos em uso, se tem alergias, doenças, etc.
Pela ordem da classificação de risco, os pacientes são recebidos pelos
médicos de plantão da emergência.
"Continuamos pedindo que as pessoas possam buscar o primeiro
atendimento nos PSF´s e Hospitais Municipais, pois é grande o número
de pacientes que vêm ao Hospital Dom Moura com pequenos acidentes e
problemas de saúde que na verdade são ambulatoriais, e muitas vezes
são justamente estas pessoas que cobram o atendimento imediato" -
registra o diretor do HRDM, Luiz Melo.
TEMPO DE ATENDIMENTO
A dona de casa Maria José Marques, 82, veio de Canhotinho para ser
atendida na emergência do Dom Moura. Pela idade, D. Maria José teve
atendimento preferencial, e do preenchimento de sua ficha até a
consulta com o médico, levou apenas 25 minutos. "Estas pessoas,
idosos, crianças, cadeirantes, acidentados graves, com dificuldade de
respirar, hemorragias, entre outros, têm atendimento prioritário, o
que vem sendo cumprido à regra. Um ou outro paciente reclama, mas a
grande maioria tem aprovado e elogiado a nova emergência do hospital.
A Classificação de Risco deu agilidade e maior resolutividade no
atendimento às pessoas que nos procuram em busca de atendimento
emergencial" - Finaliza Luiz Melo.
Para saber mais:
HOSPITAL REGIONAL DOM MOURA
Diretor: Dr. Luís R. Melo (87) 3761.8101

Nenhum comentário:

Postar um comentário