sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Governador retoma obras do Hospital Belarmino Correia

Em visita ao município de Goiana, na Zona da Mata Norte do Estado, na manhã desta quinta-feira (08/01), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o secretário estadual de Saúde, José Iran Costa Júnior, assinaram a ordem de serviço para retomada das obras no Hospital Belarmino Correia e lançaram o edital para a construção da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade.

“Nós vamos concluir essa obra o mais rápido possível para entregar à população de toda a Mata Norte um Hospital que vai atender a toda a região, que vai ter UTI e que vai fazer com que a humanização da saúde, que é o nosso compromisso, seja cada vez mais presente. Vamos ter a oportunidade de realizar mais cirurgias, mais consultas e mais exames. Isso vem junto com a UPA de Especialidades, que também está sendo construída aqui no município, para que nossos compromissos com a Saúde e com a melhoria de vida do nosso povo fique cada vez mais presentes e tenha resultados mais imediatos”, afirmou o Governador Paulo Câmara.

A UTI adulto do Belarmino contará com dez leitos e será entregue em um prazo de 90 dias a partir do início da construção. Ao todo, será investido R$ 1,2 milhão nas obras. Já o Projeto de reforma e ampliação da unidade contempla as emergências adulto e pediátrica, ambulatório, área administrativa e de apoio, além de cozinha, refeitório, almoxarifado, farmácia e Serviço de Arquivo Médico e Estatística (Same). A previsão é que as obras, com um investimento total de R$ 5,8 milhões, sejam entregues em um prazo de cinco meses.

“Esta agenda reafirma o compromisso do governador Paulo Câmara com a saúde dos pernambucanos e com a interiorização da assistência médica. A nova estrutura do Belarmino Correia vai permitir a separação da emergência pediátrica e da emergência clínica, com ampliação da quantidade de leitos e modernização dos equipamentos”, ressalta o secretário José Iran Costa Júnior.

O Belarmino Correia é referência para os moradores dos municípios de Goiana, Condado, Itaquitinga, Aliança, Camutanga, Itambé, Timbaúba, Macaparana, além de Pitimbu e Caaporã, ambas localizadas no estado da Paraíba. A unidade oferece atendimento de urgência e emergência nas especialidades de clínica médica, traumatologia, cirurgia geral, pediatria, obstetrícia e ginecologia. Mensalmente realiza cerca de 9 mil atendimentos na emergência e 10 mil exames laboratoriais e de imagem.

UPAE – Antes do evento no Hospital, o governador e o secretário de Saúde visitaram as obras da Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE) de Goiana. O processo de implantação da unidade, que é feito em parceria com a Fiat e teve início em setembro de 2014, está em ritmo acelerado, com 40% da construção concluída. Neste momento, estão sendo feitas as instalações hidrossanitárias, elétricas e colocação do telhado. A previsão de entrega é para o mês de abril.

“Vir aqui, hoje, é uma simbologia muito importante, porque aqui, em Goiana, como em toda a região da Mata Norte, como em todo o Estado de Pernambuco, a gente vai fazer muito pela Saúde”, disse o Governador.

A unidade tem investimentos na ordem de R$ 18,8 milhões nas obras e compra de equipamentos.  Entregue à população, terá capacidade para realizar cirurgias de baixa complexidade, nas quais os pacientes são liberados em até 24h (hospital dia), e contará com setor ambulatorial, com consultas em várias especialidades médicas, e setor de diagnósticos, com diversos tipos de exames.

Mais consultas - As Unidades Pernambucanas de Atenção Especializada (UPAEs) estão levando consultas com médicos especialistas para o Interior do Estado. Atualmente, nove unidades já estão em funcionamento nos municípios de Petrolina, Garanhuns, Caruaru, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, Salgueiro, Arcoverde, Belo Jardim e Limoeiro. Além de Goiana, ainda serão abertas novas unidades em Abreu e Lima, Carpina, Escada, Palmares e Ouricuri.

Toda a oferta de serviços nestas unidades é pactuada com os municípios beneficiados, promovendo a integração entre a Estratégia de Saúde da Família e a média complexidade em âmbito regional, em consonância com a Política Nacional de Humanização. Para ser atendido em uma UPAE, o usuário precisa, inicialmente, ir a um posto de saúde ou unidade de saúde da família, para que um profissional solicite a consulta com especialista. Após isso, a unidade de saúde ou a secretaria de Saúde do município faz o encaminhamento para a UPAE.

Fonte: Secretaria de Saúde de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário