segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

VEREADOR WELLINGTON FREITAS ESCLARECE POLÊMICA ENVOLVENDO O SECRETÁRIO AIRTON MACIEL


Na sessão ordinária da câmara de vereadores do último dia 18 de Dezembro, recebi ofício do secretário de Administração de Saloá, o Sr. Airton Gomes Maciel, ofício este endereçado a mim (Wellington Freitas) e a vereadora Vilma da Prata, abordando uma situação que tínhamos “acusado indevidamente” o secretário de receber valores. Essa afirmação foi divulgada através da assessoria de imprensa da prefeitura no último dia 23 de Dezembro (terça-feira), a matéria foi divulgada no nosso blog e vários outros blogs de Saloá e região e, inclusive foi veiculada na rádio Papacaça de Bom Conselho, onde sucinta que fomos “mal informados e maliciosos”.

Primeiramente cabe aqui esclarecer que não tenho nada contra o jovem secretário Airton e com toda certeza a informação foi repassada para o mesmo por outro vereador (que infelizmente não sabemos quem foi) e que possivelmente alguma coisa ou palavras foram distorcidas ou mal interpretadas, uma vez que Airton Gomes Maciel não escutou nada das nossas “bocas” e para todos os efeitos jurídicos existe uma ATA na casa, de onde deduzimos que o mesmo foi informado por outrem.

Tenho que concordar com o secretário quando diz que somos “mal informados” e digo mais, “somos mal informados” porque as informações aqui em Saloá estão escondidas, não são devidamente colocadas à disposição dos vereadores e tão pouco da população. Deixa para outro momento pois nosso foco não é esse.

Quando indagamos e levantamos “as questões” de que “alguns” secretários e outros servidores municipais efetivos ou não, estariam recebendo valores acima do que era estipulado ou aprovado, em momento nenhum colocamos em questão a idoneidade de qualquer servidor. Colocamos sim, em questão qual seria o motivo de salários tão altos, “acima” do teto estipulado. Coisa que o próprio Airton explicou a toda a população de Saloá, onde o mesmo ganhou na justiça o direito de ser reintegrado ao cargo que passou no concurso há alguns anos atrás e está recebendo os retroativos.

Digo mais, nossos questionamentos foram feitos, BASEADOS NAS INFORMAÇÕES DISPONIBILIZADAS PELA PRÓPRIA GESTÃO NO PORTAL DA TRANSPARÊNCIA MUNICIPAL. Se os vereadores que tem como uma das suas funções legislativas fiscalizar o poder executivo, não podem levantar questões dentro da própria câmara de vereadores, onde o mesmo fará tais questionamentos? Porque quem atualizou o portal da transparência não colocou todas as informações?

Airton explicou a sua questão e ainda foi mais além e fez o que devem fazer todos os agentes públicos, mostrou documentos, está de parabéns, pois se já tínhamos a clara convicção que o mesmo é merecedor do cargo que ocupa, hoje temos mais ainda. E os outros salários altíssimos qual será a explicação? Temos secretários que o portal da transparência mostrava (os salários dos servidores que estavam no portal da transparência foram tirados do ar, ficou apenas os nomes) que recebem mais de sete mil reais, onde o salário é de três mil e setecentos reais. Eu sinceramente nem vou mexer pra não feder.

Então, para concluir minhas palavras, nós nunca ofendemos ninguém, ou colocamos em questão a idoneidade de ninguém, muito menos de Airton, que é jovem, batalhador e merecedor do cargo que ocupa, pois sempre defendeu o atual prefeito Ricardo Alves e, quando o mesmo se colocava a disposição para ser candidato a prefeito em 2012, Airton entregou o cargo que ocupava no governo de Gilvan e se dedicou à campanha de seu primo.

Questionamos sim, qual o motivo ou razão para salários tão altos. Daí fico me perguntando como a própria matéria divulgada diz: os vereadores além de mal informados foram maliciosos ao tratar do assunto de maneira tão expositiva e sem o menor rigor da ética”. A frase será que se aplica melhor aos vereadores da oposição ou a pessoa que repassou a informação à Airton?

Atenciosamente
Wellington Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário