segunda-feira, 7 de julho de 2014

Colombiano que tirou Neymar da Copa não receberá punição da Fifa

O jogador colombiano Zuñiga, causador da contusão que tirou Neymar da Copa do Mundo de 2014, não será punido pela Fifa. A decisão do Comitê Disciplinar da entidade sobre a entrada do colombiano sobre o brasileiro foi divulgada nesta tarde.
A Fifa informou que não foram atendidos os requisitos necessários para se estabelecer uma punição. Primeiro, o árbitro Carlos Carballo viu o lance, apesar de não ter dado nenhuma punição, e sequer uma falta.
"Em particular, neste caso específico, nenhuma ação retrospectiva pode ser tomada pelo comitê, desde que o incidente envolvendo o jogador Juan Camilo Zuñiga não escapou à atenção dos oficiais (árbitros), que é a primeira das duas condições acumulativas necessárias (para um processo)".
Segundo, só poderia ser dada uma punição se houvesse um erro óbvio do juiz, principalmente no caso dele dar uma cartão para o jogador errado. Assim, não foram atendidas as condições do artigo 77, que prevê punição após jogo. "É importante notar que as condições para que o Comitê Disciplinar possa intervir em qualquer incidente tem que ser considerado independentemente das consequências do incidente, como a infeliz contusão sofrida pelo jogador", afirmou a decisão do comitê disciplinar. 
Zuñiga deu uma joelhada nas costas de Neymar nos minutos finais de Brasil x Colômbia, pelas quartas de final da Copa. O ato acabou quebrando uma das vértebras do brasileiro, que não poderá mais jogar neste Mundial.
Pouco após a partida, Zuñiga disse ter ficado chateado por ter tirado Neymar do Mundial, frisando que não teve o intuito de lesionar o atacante brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário