domingo, 13 de julho de 2014

carne de jumento são apreendidos pela PM em Passira

saloá destacaAproximadamente 600 kg de carne de jumento foram apreendidos nesta sexta-feira (11) pela Polícia Militar em Passira, no Agreste de Pernambuco. O material foi encontrado em um abatedouro clandestino, no Sítio Sabão, zona rural do município, após denúncia. Um homem de 35 anos que estava no local foi preso e outros três conseguiram fugir.
De acordo a Polícia Civil, os suspeitos costumavam comercializar o quilo da carne a R$ 2, no Mercado Público de Cavaleiro, emJaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife. Ainda segundo a polícia, o homem preso estava em liberdade provisória há sete meses. Ele já havia sido preso duas vezes em Limoeiro, também no Agreste, por crime contra a saúde pública e contra o meio ambiente, também pelo abate e venda ilegal do mesmo tipo de carne.
O suspeito foi autuado em flagrante pelos mesmos crimes os quais cumpria pena e foi levado para a Penitenciária Dr. Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro. O material apreendido foi incinerado pelos policiais e por uma equipe da Vigilância Sanitária de Passira.

No Brasil, o comércio desse tipo de carne é proibido por lei. Sendo assim, não podem existir abatedouros de cavalos ou jumentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário