domingo, 15 de junho de 2014

Dilma deixará país 'pior' do que encontrou, diz Eduardo Campos

O pré-candidato à Presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, afirmou neste domingo (15) em convenção regional realizada em Brasília, que "pela primeira vez em 20 anos" um presidente da República terminará o primeiro mandato deixando o país "pior" do que encontrou. Ele discursou no lançamento oficial da candidatura do senador Rodrigo Rollemberg para o governo do Distrito Federal."Nos últimos 20 anos, o Brasil vinha melhorando. O presidente Itamar Franco entregou o Brasil a Fernando Henrique melhor que encontrou. Fernando Henrique entregou o Brasil melhor que encontrou com Itamar. O presidente Lula entregou para Dilma um país melhor. Pela primeira vez em 20 anos o Brasil será entregue pior do que foi encontrado”, criticou. 
Na semana em que os protestos que tomaram as ruas do país em junho do ano passado completam um ano, Eduardo Campos disse que o povo brasileiro foi às ruas para dizer que está "cansado" da "velha política".
"Não há quem barre a vontade popular quando ela chega, como tem chegado, às ruas. Do Brasil. O povo brasileiro nunca foi às ruas impunimente. Sempre que o povo brasileiro foi às ruas produziu efeitos e mudanças. O povo brasileiro há um ano atrás foi às ruas para dizer que estava cansado desse jeito de governar", disse.De acordo com o pré-candidato do PSB, o país hoje é governador pelo "velho presidencialismo de coalizão", formado, segundo ele, por "raposas que já roubaram o que tinham de roubar do povo brasileiro". 
“Cargo não compra dignidade, não compra ética, não compra compromisso. E o povo brasileiro vai dar uma lição a muita gente de sapato alto que pensa que tem estrutura. O povo brasileiro não colocou a cabeça à venda. O povo brasileiro vai acertar as contas com essa velha política”, afirmou.
Pré-candidata à vice-presidência na chapa de Campos, Marina Silva lembrou que teve, em Brasília, a maior votação nas eleições de 2010, quando se candidatou à Presidência. “Aqui é a minha segunda casa e não poderia deixar de fazer um agradecimento porque, em 2010, Brasília me deu a maior votação de todas as cidades da federação brasileira e a maior votação já dada a um candidato a presidente.”
A ex-senadora defendeu a candidatura de Rollemberg ao governo do DF e afirmou que a capital precisa de um governante que dê “bom exemplo”. “Nós precisamos dar o exemplo. A melhor coisa é liderar pelo exemplo. Como podemos dar exemplo se na capital o tempo todo é denúncia de corrupção, de má gestão. É o Brasil olhando para a sua capital e não vendo um bom exemplo”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário