domingo, 23 de junho de 2013

Espanha, no aguardo da Itália, encara a busca por um milagre da Nigéria

Treino Espanha (Foto: Andre Durão)
A Espanha está classificada. A matemática nega, mas a Espanha está, sim, classificada. E, exceto em caso de hecatombe, para pegar a Itália. Neste domingo, às 16h (de Brasília), a Fúria encerra sua participação na primeira fase da Copa das Confederações ao duelar com a Nigéria no Castelão, em Fortaleza.  É um jogo quase protocolar para os campeões do mundo – serve para carimbar a primeira colocação doGrupo B. Os africanos buscam a classificação. E um milagre.

Aos cálculos. A Nigéria ainda pode ultrapassar a Espanha. Basta redimensionar o conceito de improvável e vencer por quatro gols de diferença. Outro caminho é vencer por qualquer placar e torcer para ficar à frente do Uruguai. O problema é que os sul-americanos enfrentam o Taiti, saco de pancadas da chave.
Aliás, o próprio Uruguai pode ultrapassar a Espanha. Até existe chance: mas tem que tirar um saldo de 11 gols na combinação de seu placar com o da Fúria. A soma de tantos tiros no escuro é o argumento da matemática para lembrar que os campeões mundiais não estão classificados. Cá entre nós: estão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário