segunda-feira, 13 de maio de 2013

AGRICULTORES DE SALOÁ ESTÃO RECLAMANDO DA QUANTIDADE DE SEMENTES REPASSADAS PELO GOVERNO


Várias Associações do Município de Saloá e vários agricultores, estão reclamando do “pingo” de sementes que o governo mandou para Saloá, e argumentam que a quantidade é pequena, insuficiente, e em quantidade muito menor do que a repassada o ano passado e em anos anteriores.

É comum escutarmos algumas pessoas dizendo “era melhor não ter mando nada”, isso porque a quantidade de sementes e aração de terras que foram disponibilizadas para Saloá ficaram aquém do esperado e prometido.

Para se ter uma idéia, foram disponibilizados para o plantio e aração das terras, apenas:

Seis mil (6.000) quilos de milho;
Mil e duzentos (1.200) quilos de feijão carioca;
Dois mil e cem (2.100) quilos de feijão de corda:
Quinhentos (500) quilos de capim para plantio:

Os agricultores reclamam também que foram disponibilizados apenas 350 hectares (aproximadamente) de terras para serem aradas pelos tratores aqui em Saloá.

Que feio por parte do governo, anunciar um monte de “fantasias”, fazem a maior propaganda do mundo, e as coisas que chegam são uma vergonha. O pior é que tem alguns vizinhos nossos que receberam muito, mas muito mais coisas que Saloá.

Temos que registrar também que em conversa com os agricultores eles fazem questão de isentar Gustavo do IPA de Saloá, pois veem nele uma pessoa muito séria e correta, no entanto meteram a lapada em uma coordenadora de Garanhuns (que infelizmente não lembro o nome dela).

Sinceramente eu acredito que ninguém está satisfeito com isso e vários setores da sociedade irão se mobilizar para mudar esse quadro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário