quarta-feira, 17 de abril de 2013

Prefeito de Brejo da Madre de Deus é cassado

Prefeito José Edson de Souza afirmou que irá recorrer da decisão. Foto: Clelio Tomaz/Divulgação (Clelio Tomaz/Divulgação)
Prefeito José Edson de Souza afirmou que irá recorrer da decisão. 

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) anunciou nesta terça-feira (16), que vai manter em segunda instância a cassação do diploma do prefeito da Brejo da Madre de Deus, José Edson de Souza (PTB), conhecido como doutor Edison, e da sua vice Clarisse Teixeira (PP). Segundo a denúncia da juíza da 54ª Zona Eleitoral, Maria Adelaide Abreu, os gestores, durante período eleitoral, teriam utilizado dois ônibus da prefeitura para transportar pessoas na festa junina “São Pedro de São Pedro” no ano passado.

Segundo o TRE-PE, também foram apresentadas filmagens comprovando o uso da logomarca da Prefeitura da Madre de Deus em estandes da festa, que é realizada há mais de 17 anos. O prefeito José Edson, em entrevista por telefone, negou que o município do Agreste tenha patrocinado a festa junina. “Não gastamos nenhum dinheiro municipal com o evento”, garantiu.

Segundo o prefeito, a utilização de ônibus para o evento foi feita sem sua autorização. “Estou pagando por uma ordem que eu não dei explicitamente. O uso dos ônibus sempre foram normais em outras festas, mas não fui eu que ordenei para o setor de transportes para eles liberarem os veículos”, justificou.

Apesar da manutenção da cassação do diploma, o TRE-PE afirmou que o prefeito e sua vice permanecem nos cargos. O presidente interino do Tribunal Regional, José Fernandes de Lemos, deve se pronunciar ainda nesta semana sobre o caso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário